Escolha uma Página

Começou ontem a 2ª edição do Festival de Jazz, no Vale do Capão, no Município de Palmeiras, na Chapada Diamantina, com o melhor da música instrumental produzida no país, incluindo de grupos locais a importantes nomes nacionais como Naná Vasconcelos, Ivan Lins e Jaques Morelenbaum. Tem ainda workshops ministrados pelos músicos participantes do festival, promovendo um verdadeiro intercâmbio cultural, a interação entre público e artista, e a troca de vivências e de experiências em um ambiente inspirador.

O Festival termina neste sábado e o foco principal é sensibilizar o público para a música instrumental, fortalecer a sua produção e circulação, criar um circuito não comercial fora dos grandes centros urbanos, e aliar uma importante ação cultural ao respeito às comunidades locais e ao meio ambiente.

Idealizado pelo músico Rowney Scott, que assina a Direção Artística e a Curadoria, o Festival contribui para que o Vale do Capão se torne ainda mais um ambiente de cultura, de paz e de respeito à natureza. A primeira edição, realizada em junho de 2010, mostrou-se uma ação culturalmente relevante, economicamente produtiva e ecologicamente responsável, nas palavras de uma visitante.

Para manter o clima de paz, harmonia e respeito ao próximo e ao meio-ambiente, os esforços da equipe se intensificam no sentido de orientar, informar, conscientizar e estabelecer uma comunicação clara, direta e constante com o público visitante.